Embaixada da República Tcheca em Brasília

česky  português 

Pesquisa avançada

Recomendar o artigo Imprimir Decrease font size Increase font size

Minimostra do cinema tcheco contemporâneo

Na ocasião da Semana da Gastronomia Tcheca no Hotel Royal Tulip em Brasília a Embaixada da República Tcheca apresenta de 25 a 27 de abril de 2013, no Teatro Oi a Minimostra do cinema tcheco contemporâneo. Todos os filmes são com as legendas em português. A entrada é gratuita para todas as sessões sujeita à lotação da sala.


A República Tcheca possui uma grande tradição na produção cinematográfica, no país são produzidos entre trinta e quarenta filmes de longa metragem anualmente. Venham provar algúns dos mais popular títulos dos últimos anos!

Local: Teatro Oi, SHTN, Trecho 1, Conj. 1B, Bloco C (em frente do Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada)
Data: 25 a 27 de abril de 2013

Entrada gratuita para todas as sessões sujeita à lotação da sala.
Todos os filmes na língua original em tcheco com legendas em português. 

Homens de esperança /Muži v naději /comedia /República Tcheca 2011 /Jiří Vejdělek /110 min /14 anos

Pode a infidelidade ser base de uma relação feliz? O boêmio e encantador Rudolf está convencido que sim: "A mulher tem que lutar para manter um homem. E o mais importante, ela não deve ficar aborrecida!" Rudolf aplica a sua teoria selvagem na prática cotidiana com sucesso e vigor incansável dos seus sessenta anos. Ele não entende a ingenuidade de seu genro Ondrej, demasiado correto e esforçado, mas que para o cumprimento de obrigações começa perigosamente a entediar a sua esposa, Alice. Como Rudolf é um pai amoroso, ele oferece algumas dicas comprovadas sobre como trazer a emoção para o casamento moribundo. Afinal, a fortuna da família de sua filha única está em jogo.

Homens de esperança

Homens de Esperança, Teatro Oi, 25 de abril, às 21h 00

Lídice/Lidice /República Tcheca, Polônia, Eslováquia 2011/drama, histórico /Petr Nikolaev /121 min /12 anos

O filme é baseado em fatos reais da tragédia da vila tcheca Lídice que foi completamente destruída e apagada do mapa pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial em 10 de junho de 1942. O balanço dessa tragédia foi terrível não somente pelo número total de vítimas: 192 homens foram executados, 58 mulheres morreram em campos de concentração e 88 crianças foram assassinadas na câmara de gás. Sete crianças “etnicamente adequadas” foram enviadas para re-educação. Contudo, o filme Lídice conta uma história de pessoas comuns, que uma coincidência absurda levou para o caminho da história quando a vila inteira se tornou o objeto da vingança bestial nazista após o assassinato do SS-Obergruppenführer Reinhard Heydrich, de forma a fazer um aviso exemplar para o mundo inteiro.

Lídice
Lídice, Teatro Oi, 26 de abril, às 21h00

Eu Servi o Rei da Inglaterra /Obsluhoval jsem anglického krále /comedia /República Tcheca 2006/Jiří Menzel /120 min / 12 anos

Da infância simples até o posto de garçom em um restaurante de luxo. Jan Dite foi sempre motivado por sua vontade patológica de se tornar um milionário o que atinge por um instante no final da Segunda Guerra, mas logo depois de ele ter conseguido é preso devido a mais uma mudança do regime totalitário. Após ter saído do presídio, já como um homem velho, ele narra a história irônica de sua vida finalmente descobrindo que dinheiro não é o mais importante. Uma adaptação extraordinária do romance de Bohumil Hrabal (1974) feita pelo consagrado cineasta tcheco Jiří Menzel (Trens Estreitamente Vigiados, vencedor do Oscar).

Eu servi o Rei da Inglaterra

Eu servi o Rei da Inglaterra, Teatro Oi, 27 de abril, às 18h00