Embaixada da República Tcheca em Brasília

česky  português 

Pesquisa avançada

Recomendar o artigo Imprimir Decrease font size Increase font size

Descerramento do monumento a F. V. Lorenz

No dia 4 de dezembro de 2012 na cidade de Dom Feliciano foi descerrado o monumento do compatriota tcheco, esperantista Francisco Valdomir Lorenz, que nasceu na aldeia Zbyslav, perto da cidade de Čáslav, na Bohemia Central no ano de 1872.


F.V. Lorenz emigrou para o Brasil vindo de Portugal quando tinha 19 anos e deveria se alistar no serviço militar do Exército austro-húngaro. O serviço militar não combinou com os valores de pacifismo e de humanismo, mas também essa decisão era um gesto de rebeldia. Durante a viagem de Lisboa ao Rio de Janeiro ele aprendeu a língua portuguesa e depois ele se converteu no primeiro escritor do vocabulário tcheco-português. Depois de curta estadia no Rio de Janeiro e no estado de Minas Gerais ele viajou ao Rio Grande do Sul onde ele permaneceu até o final da sua vida. Ele faleceu no ano de 1957 em Porto Alegre e deixou  uma numerosa família e uma obra muito rica. Ele conheceu mais de 100 línguas, era um escritor ativo e excelente tradutor assim como professor de seus alunos. Com apoio financeiro do Ministério das Relações Exteriores da República Tcheca, do Governo do Rio Grande do Sul, da Prefeitura de Dom Feliciano e da família Lorenz,  os restos mortais de F.V. Lorenz foram transferidos para Dom Feliciano e o monumento foi erguido. Participaram no ato solene mais de 100 pessoas, entre elas o Embaixador da Republica Tcheca no Brasil, o Cônsul Geral da Republica Tcheca em São Paulo, representantes de instituições brasileiras, membros da família Lorenz e habitantes da cidade de Dom Feliciano.


Descerramento do Monumento a Francisco Valdomir Lorenz
No ato solene participaram também o Cônsul Geral da República Tcheca em São Paulo, Sr. Pavel Procházka (segundo da esquerda), e o Embaixador da República Tcheca no Brasil, Sr. Ivan Jančárek (segundo da direita)

Monumento a Francisco Valdomir Lorenz
O monumento do Francisco Valdomir Lorenz na cidade de Dom Feliciano em RS